domingo, 5 de abril de 2015

Tom Jobim - SÉRIE - MAIORES ARTISTAS DA MÚSICA BRASILEIRA



Acompanhe diariamente novidades da página pelo Facebook 


A verdadeira verdade sobre Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim haverá de ser exata quando, ao relatar o anseio original do carioca da Tijuca-de-Ipanema, em vez de lembrar que ele queria ser um arquiteto, afirmar que ele foi o mais brilhante arquiteto das harmonias e melodias brasileiras. Tom Jobim, que chegou a cursar a Faculdade de Arquitetura propriamente dita, edificou o que veio a ser chamado Música Popular Brasileira, termo vago e generalizante como todo rótulo, mais impreciso quando engloba a obra de um gênio que se notabilizou por descrever em sons o que nem as palavras alcançam – a montanha, o Sol, o mar e outras maravilhas da arquitetura divina.

Compositor, maestro, pianista, cantor, arranjador e violonista com participação em mais de 50 discos, ele nasceu em 25 de janeiro de 1927, na Cidade Maravilhosa que tanto descreveu, e morreu em 8 de dezembro de 1994, na Nova York que mordiscou a contragosto, para onde foi porque sua música tinha horizontes tão universais que se tornou indispensável amplificá-la no centro do furacão mundial.

Apesar de um dia ter afirmado que “fazer sucesso no Brasil é ofensa pessoal”, por conta das críticas locais ao refinamento de sua obra, igualmente taxada de americanizada, Tom nunca deixou de pensar em feijoada e caipirinha enquanto os donos do mundo lhe serviam champanhe e caviar e dançavam um som que nem era para dançar. Feito um “Garrincha de fraque”, Tom encarava o mais suntuoso teatro gringo como se fosse um inferninho do Beco das Garrafas, onde tocou pra ganhar uns trocados, no início dos anos 50. Acabou concedendo um típico chiado da Guanabara às idiossincrasias do jazz.

Aluno de Hans-Joachim Koellreutter e discípulo de Villa-Lobos e Debussy, arranjador da gravadora Continental, por onde lançou o primeiro sucesso, “Tereza da Praia” (1954), compositor das músicas da peça Orfeu da Conceição (em 1956, com letras de Vinicius de Moraes), Tom concebeu a trilha sonora da Pasárgada brasileira, o país futurista idealizado por JK e traçado por Oscar Niemeyer, o campeão mundial de futebol de 1958 que, movido por craques que subvertiam a lógica cartesiana dos joões-das-canelas-brancas, se assemelhava ao genial João de Juazeiro (Gilberto do Prado Pereira de Oliveira), o craque que driblou a batida do samba para construir a bossa nova.

João Gilberto tocou violão no LP Canção do Amor Demais (1958), de Elizeth Cardoso; Tom Jobim forneceu as melodias e harmonias para este que foi o marco da bossa. João gravou “Chega de Saudade”, em 1959; Tom fez os arranjos. E compôs “Garota de Ipanema”, “Samba do Avião”, “Só Danço Samba”, “Ela É Carioca”, “Insensatez”, “Wave”, “Águas de Março”, “Retrato em Branco e Preto”, “Eu Sei que Vou Te Amar” e outra dezena de canções que carregam nos espaços silenciosos entre as vogais e as consoantes o mais sublime lirismo e o mais discreto suingue da música popular brasileira. Marcelo Ferla.


Composições e CIA. 

Águas de Março
Garota De Ipanema
Eu Sei Que Vou te Amar
Wave
Samba do Avião
Pela Luz Dos Olhos Teus
Eu Não Existo Sem Você
Chega de Saudade
Insensatez
A Felicidade
Corcovado
Falando de Amor
Se Todos Fossem Iguais A Você
Desafinado
Samba de Uma Nota Só
Luiza
Água de Beber
The girl from Ipanema
Só Tinha De Ser Com Você
Ligia
Este Seu Olhar
Ela é Carioca
Dindi
Retrato em Branco e Preto
Fotografia
Caminhos Cruzados
Por Causa de Você
Correnteza
Copacabana
Trem de Ferro
Querida
Estrada do Sol
Brigas Nunca Mais
Gabriela
Aula De Matemática
Passarim
Sabiá
Meditação
Por Toda Minha Vida
Amor Em Paz
O Morro Não Tem Vez
Anos Dourados
Eu Te Amo
Soneto da fidelidade
Chovendo na Roseira
Ana Luiza
How Insensitive
Tereza da Praia
Só Danço Samba
Borzeguim
Quiet Nights of Quiet Stars (Corcovado)
Sei Lá (A Vida Tem Sempre Razão)
Modinha
Inútil Paisagem
Este Seu Olhar
Tema De Amor De Gabriela
Eu e você
Waters of March
Poética
Perdido nos teus olhos
Ah, Se Eu Pudesse
Samba de Maria Luiza
Bonita Demais
O Que Tinha Que Ser
Luciana
Bonita
Os Meninos da Mangueira
Canção Do Amor Demais
Sem Você
O Nosso Amor
Só em Teus Braços
Tarde em Itapoã
Isabella
Medo de Amar
O Grande Amor
Solidão
Soneto do Amor Total
Preciso aprender a ser só
Olha Pro Céu
Outra vez
Matita Perê
Canta, Canta Mais
Você
Eu Preciso De Você
Incerteza
Valsa do amor de nós dois
Olhos nos olhos
Estrada Branca
Você vai ver
Derradeira Primavera
Linguagem Do Amor
Só Saudade
Corcovado (versão em Inglês)
Espelho das águas
Vivo Sonhando
She's a carioca
Ai Quem Me Dera
Chora Coração
É Preciso Dizer Adeus
Janelas Abertas
Ah, Quem Me Dera
Angela
Pra Dizer Adeus
O Bôto
Se É Por Falta De Adeus
Canção do amanhecer
Eu E O Meu Amor
Mulher Sempre Mulher
Soneto De Separação
Te amo São Paulo
O Amor Em Paz
Favela
Lamento No Morro
Cai A Tarde
Caminho De Pedra
Canção Da Eterna Despedida
Carta Ao Tom
Demais
Esperança Perdida
Imagina (Valsa sentimental)
Esquecendo Você
Brasil Nativo
A Cachorrinha
Forever Green
Meditation
Les eaux de mars
A Violeira
Amor Sem Adeus
As Praias Desertas
Promessas
Sucedeu Assim
Um nome de mulher
Sabiá (translation)
Vai levando
Wave (translation)
Pelos Caminhos Da Vida
Piano na Mangueira
Two kites
Blue Train (Trem Azul)
Samba do Soho
Luiza
Bebel
Discussão
One Note Samba
Vivo Sonhando
Frevo
Pois É
Chansong
If You Never Come To Me
O Rio Da Minha Aldeia
Once I loved
Pato Preto
Autopsicografia
Serenata Do Adeus
Canção Em Modo Menor
Na Solidão Da Noite
No More Blues
Vida bela (Praia branca)
Andam Dizendo
Dinheiro Em Penca
Engano
Dindi (translation)
Fita amarela
I Concentrate On You
Domingo Azul Do Mar
Foi A Noite
Olha Maria
Saudade da Bahia
Maria da Graça
Photograph
Pra Mode Chatear
Quando A Lembrança Me Vem
Na Batucada da Vida
Comigo é assim
Pra sempre verde
Cavaleiro Monge
Double Rainbow
Das Rosas
Estamos Aí
Oficina
Useless landscape
Canção da Noiva
Moto-Contínuo
Change Partners
Don't Ever Go Away
Brigas
Cala meu amor
Cinema
Drinking Water
Jazz'n Samba
Na Hora Do Adeus
Off-Key
Someone to light up my life
Turma do Funil
O Trem de Ferro
Fascinatin Rhythm
Canta Canta Mais
Isto Eu Não Faço Não
Looks like December
Mágoa
Meninos, Eu Vi
This Happy Madness
Três Apitos
Pardon my english (samba torto)
Tristeza de Nós Dois
Paratodos
Samba Torto
Dreamer
Baubles, Bangles And Beads
Mulher Sempre Brasil
I Was Just One More For You
It was night
Somewhere In The Hills
That Look You Wear
Song of the jet

Acompanhe diariamente novidades da página pelo Facebook 

É hora de sorrir um pouco - Veja o vídeo